Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O cancro, essa doença malvada...

por lady magenta, em 05.12.12

 

 

Ardem-me os olhos...Hoje chorei, o que tinha para chorar...

Não está fácil pessoas.

Assistir ao fim de algo, de uma vida, de uma pessoa, às mãos desta terrível doença, é como sermos lentamente torturados, por um inimigo que sabemos estar lá, mas sobre o qual não temos qualquer poder de derrota.

Ontem faltou-me a coragem. Têm-me faltado com base diária. É como se as minhas pernas, não acatassem as ordens da minha cabeça...Cada dia que passa a tortura é maior, e ter de o ir visitar é o cúmulo dessa tortura.

O meu pai está em coma. Não sente ninguém, não fala, não vê.

No fundo é como se já tivesse partido para longe e, só restasse o corpo dele para nos lembrar que ele existiu.

Desejam-me força, e eu respondo, "força? que força? mas eu lá tenho força numa hora destas????"...Não consigo. Não tenho. Não quero ir ver o meu pai, mas não posso abandonar a minha mãe...Ela passa o dia inteiro à cabeceira do meu pai, que nem dá conta dela lá estar, nem dela nem de ninguém...

Hoje só consegui ter força, porque tenho dois filhos maravilhosos, o meu motor de arranque, e o mais velho me acompanhou...O mais novo diz que não quer ver o avô assim. Pudera! Tem visto o definhar dele desde o primeiro dia...Já chega vida...Já chega de tortura. Para o meu pai e para nós...

Eu queria dizer que sou forte e consigo superar isto, Não sei se consigo pessoas...É tudo tão pesado, e tortuoso, que nem sei como conseguirei chegar ao dia de amanhã...

...

Valem-me os bons amigos, que nesta hora não me abandonam e me ouvem...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:20


5 comentários

De Fátima Soares a 05.12.2012 às 23:21

Olá! Nem te digo força, nem digo muito mais porque tudo o que diga não chega ou é capaz de fazer nada. Só te deixo um beijinho com amizade e outros para a tua mãe. Para os teus filhos a quem tens de dar também de ti e chega uma altura que parece que já não há nada de nós para dar. Que o teu pai encontre a paz depressa, porque sofrer ninguém devia sofrer assim nesta vida. Um abraço!!!

De Brown Eyes a 05.12.2012 às 23:35

Neste momento deixo-te um beijinho e um forte abraço!

De M a 06.12.2012 às 00:53

A Susaninha é forte sim, muito forte.
Continuo aqui consigo minha querida.
Abraço apertado
Maria

De momentosdisparatados a 06.12.2012 às 10:29


Olá Susana...confesso que tive de ler varios post para saber da situação(tenho andado ausente) e também confesso que estava a torcer para que o desfecho já fosse outro. Desculpa...mas, o vosso sofrimento é mais que muito e como dizias na reportagem "ninguem merece morrer assim".
Gostei de te conhecer, pena que tenha sido para falares de algo tão terrivel, mas como dizes "a vida não é toda cor de rosa". Não podemos tapar o solcom a peneira, não é?
Beijinho...iria dizer "força", mas isso é algo que tens, embora por vezes possas achar que não.

De I myself a 06.12.2012 às 19:32

Um grande beijo! Dulce

Comentar post



Porque nem tudo o que luz é ouro e nem tudo o que brilha é prata...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D