Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O "câncaro", o meu pai, eu e os outros...#21

por lady magenta, em 28.11.11

(imagem retirada da net)

 


 

E ao fim de 15 dias de internamento, uma passagem pela U.CI.P. , com direito a uma fuga na "canalização", estamos finalmente em casa...

Não é que ache que eras mal tratado ou cuidado, bem pelo contrário, mas pela canseira e pressão psicológica...E pelo ambiente e, por todas as histórias que por mais que não queiramos saber, as pessoas insistem em contar...Ou então, a minha querida agente indiscreta Maria Leonor, fazia questão de indagar!

Wathever...

Ao menos agora o teu neto já não chora com muita pena do avô e, saudades..."Tantas, tantas mãe!"...

E ao menos agora já presencias quando, em vez de colocar o açúcar na chávena do café, o colocar no copo de Ice Tea! Ou então quando tornar a colocar o prato do jantar no caixote do lixo, em vez de dentro do lava-loiça...É que a minha "molécula" está um bocado para o abananada...Tive de aprender algumas coisas estes últimos dias. Por exemplo, a despejar o teu saco do dreno (e não...não é bonito, nem cheiroso, nem agradável!!! vais começar a comer coisas cheirosas! rosas, sabonetes, perfumes...etc..) Também aprendi para que servem afinal os cuidados paliativos...E não, também não gostei de ter de aprender...E também não me quero debruçar a sério sobre o assunto...

Acho que neste momento o que queria mesmo, era esquecer as palavras da enfermeira Daniela " Aproveite...O meu pai partiu com o mesmo tipo de tumor que o seu pai, por isso sei o que estão a passar...Aproveite muito e divirtam-se...Gozem-se, amem-se...Porque este vai ser o vosso último natal..."Credo... Eu não quero isto! Eu não quero aprender a fazer pensos, a reconhecer sintomas, a despejar sacos de drenos, não quero saber de cuidados paliativos nem de equipas pluridisciplinares!!!! Eu quero fugir daqui e esquecer isto tudo....Quero levar os meus filhos e poupá-los daquilo que ainda está para vir...Eu não quero que tenhas de passar por isto, nem tu nem ninguém...

Mas depois acordo e vejo que não há milagres. Que a realidade é diferente e que não vale a pena fugir...é como as fraldas do cocó dos miúdos, podemos ignorar o cheiro, mas mais cedo ou mais tarde, vamos mesmo ter de lidar com o cocó!!!

Pois... a analogia não foi das melhores, mas ficaram com a ideia, certo?

Enfim pai...Eu queria não ter de passarmos por isto, mas como tem de ser, olha passemos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D