Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O "câncaro", o meu pai e eu...

por lady magenta, em 14.02.12

 

 

E cá andam estas vidas...

E de maneiras que o Dr. que acompanha o meu pai acha que ele é um herói...Por aguentar tanto em tão pouco tempo.

E nós, mesmo sem querer somos heróis forçados...Por termos de lidar com tudo isto, sem escapatória possível...E é tudo tão deprimente e mau.

Cada dia que passa definhas um pouco mais, o teu discurso é cada vez mais confuso, a tua cabeça já não te faz as vontades, tem vontade própria.

Um dia arrancas o saco da fístula permanente, noutro cais para o chão e bates com a cabeça, noutro ainda pedes à tua "marida" para jogar contigo à bola...Isto tudo resumido para dizer que o inevitável está a acontecer...

Não é bonito nem saudável.

Ter de pensar sequer na hipótese de te internar num centro de cuidados paliativos, que os há, é simplesmente aterrador...Só ter de equacionar a hipótese, é algo que por si só me revolta as entranhas...

Sabes pai, hoje é um daqueles dias em que sinto mesmo a tua falta...Porque o pai que eu conheci, já partiu...Este que ficou é simplesmente a sua sombra...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:06


30 comentários

De eu ando às voltas a 15.02.2012 às 21:40

Nunca se está preparado para a perda, mesmo estando ela anunciada e nós mentalizados. Não deixa de ser também um alívio para quem acompanha e sente, ver que a pessoa já não sofre. Claro que me arrependo do pensamento que tive, sendo que a minha mãe faleceu no dia seguinte. Não deveria ter tido, mas simplesmente estava a perceber o que ia acontecer e ver sofrer doi. Por isso compreendo bem o que estás a passar e que todos os pensamentos que passam pela cabeça são normais e nem podem ser criticados.

De lady magenta a 15.02.2012 às 21:56

Não nunca estamos preparados...E sim, tens razão quando dizes que desejarmos que chegue o fim, não é um sentimento anormal, é sim o querer que o sofrimento cesse...Mais uma vez Obrigada pelo apoio ; )

De eu ando às voltas a 15.02.2012 às 22:00

Por vezes +ensamos que somos o unicos a pensar estas coisas, tentei com a minha experiencia mostrar que, infelizmente é tudo normal, dadas as circunstâncias.
Força e aproveita todo o tempo que puderes.

De lady magenta a 15.02.2012 às 22:14


É o que estou a fazer...Estar presente sempre, aproveitar tudo, o bom e o mau. Para um dia não ficar a mágoa que ficou algo por fazer ou dizer...E ao menos o cancro do meu pai já mo permitiu, dizer tudo o que não tinha tido tempo e fazê-lo ver que quando tiver de partir, a sua filha guerreira e de edição limitada, aprendeu na perfeição tudo o que o pai lhe ensinou...O legado dele irá perdurar....; )

De eu ando às voltas a 16.02.2012 às 15:29

Fazes bem, apesar de na altura ser novo, tive de crescer muito rápido e com a consciencia de dever cumprido.

Comentar post



Porque nem tudo o que luz é ouro e nem tudo o que brilha é prata...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D