Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O "câncaro", o meu pai, eu e os outros...#21

por lady magenta, em 28.11.11

(imagem retirada da net)

 


 

E ao fim de 15 dias de internamento, uma passagem pela U.CI.P. , com direito a uma fuga na "canalização", estamos finalmente em casa...

Não é que ache que eras mal tratado ou cuidado, bem pelo contrário, mas pela canseira e pressão psicológica...E pelo ambiente e, por todas as histórias que por mais que não queiramos saber, as pessoas insistem em contar...Ou então, a minha querida agente indiscreta Maria Leonor, fazia questão de indagar!

Wathever...

Ao menos agora o teu neto já não chora com muita pena do avô e, saudades..."Tantas, tantas mãe!"...

E ao menos agora já presencias quando, em vez de colocar o açúcar na chávena do café, o colocar no copo de Ice Tea! Ou então quando tornar a colocar o prato do jantar no caixote do lixo, em vez de dentro do lava-loiça...É que a minha "molécula" está um bocado para o abananada...Tive de aprender algumas coisas estes últimos dias. Por exemplo, a despejar o teu saco do dreno (e não...não é bonito, nem cheiroso, nem agradável!!! vais começar a comer coisas cheirosas! rosas, sabonetes, perfumes...etc..) Também aprendi para que servem afinal os cuidados paliativos...E não, também não gostei de ter de aprender...E também não me quero debruçar a sério sobre o assunto...

Acho que neste momento o que queria mesmo, era esquecer as palavras da enfermeira Daniela " Aproveite...O meu pai partiu com o mesmo tipo de tumor que o seu pai, por isso sei o que estão a passar...Aproveite muito e divirtam-se...Gozem-se, amem-se...Porque este vai ser o vosso último natal..."Credo... Eu não quero isto! Eu não quero aprender a fazer pensos, a reconhecer sintomas, a despejar sacos de drenos, não quero saber de cuidados paliativos nem de equipas pluridisciplinares!!!! Eu quero fugir daqui e esquecer isto tudo....Quero levar os meus filhos e poupá-los daquilo que ainda está para vir...Eu não quero que tenhas de passar por isto, nem tu nem ninguém...

Mas depois acordo e vejo que não há milagres. Que a realidade é diferente e que não vale a pena fugir...é como as fraldas do cocó dos miúdos, podemos ignorar o cheiro, mas mais cedo ou mais tarde, vamos mesmo ter de lidar com o cocó!!!

Pois... a analogia não foi das melhores, mas ficaram com a ideia, certo?

Enfim pai...Eu queria não ter de passarmos por isto, mas como tem de ser, olha passemos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:16

O "câncaro", o meu pai, eu e os outros...#20

por lady magenta, em 21.11.11

 

 

 

E quando os dias realmente bons, em que as boas surpresas acontecem, os reencontros com os amigos distantes e, as pessoas que amamos incondicionalmente, fazem quase valer a pena os dias maus que temos de superar...

Não está a ser fácil esta jornada, para ninguém...

Principalmente para ti pai...

Tubos, monitores, fome, sede...E nós, na nossa pequenez sem nada podermos fazer...Apenas podemos ficar como espectadores mudos...Olhar para ti dá dó...Provoca um tipo de dor desconhecido até agora...

Se temos de enfrentar tudo, enfrente-mos então!

No meio de todo este mal, resta-nos olhar para o que de melhor nos resta...

Os momentos em que os sorrisos brotam como cogumelos saltitantes!

Os momentos em que o melhor, ou pior da nossa família, dependendo da perspectiva, afloram e damos azo à nossa reputação de doidos varridos...

Eu imagino o que aqueles familiares e profissionais não devem ficar a dizer quando voltamos costas...

Ao menos, a aparente boa disposição, reina enquanto estamos contigo no teu retiro forçado...

...

Ai pai, se eu soubesse que isto iria doer tanto, que ia custar tanto, preferia ter ficado no outro planeta e não ter esta família...

(mentira! a minha familia é uma animação. Todos diferentes mas todos iguais...E não a trocava, com porras ou sem, por outra fosse ela qual fosse!!!)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:43

O "câncaro", o meu pai, eu e os outros...#19

por lady magenta, em 17.11.11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(imagem retirada da net)

 

 

 

 

E lá passou a cirurgia...

E não houve milagre, nem de perto nem de longe...

O que houve foi apenas e só, a possibilidade de efectuar os cuidados paliativos necessários, para lhe melhorar a qualidade de vida...

Enfim...

Ambicionámos com tanta força, acreditámos tanto...

A família em peso, a equipa médica...

Simplesmente não aconteceu.

Ontem acordei com o peso do mundo nas costas. Sem vontade para sequer me levantar...Mas tem de ser.

Tive, em conjunto com a minha mãe e irmã, de tomar, talvez, as decisões mais difíceis da minha vida...Contar ou não, continuar a investir em tratamentos dolorosos e que provavelmente, ao invés de lhe prolongar a vida, só lhe iriam trazer ainda mais sofrimento...

O que sinto agora, quando o visito na U.C.I.P. é que lhe minto...Em tudo...Nas atitudes, nos olhares e nas palavras...Até porque este serviço é do mais horrível imaginável, não em termos de infra-estruturas, mas de toda  a envolvente...A quem pensa que não temos bons cuidados de saúde, desenganem-se...Nunca imaginei ter o médico do meu pai, a chorar enquanto falava comigo e, a dizer-me que tudo correu tão bem, teve o tumor na mão e, simplesmente não o pode retirar...Era impossível. Se o tivessem sequer tentado ele tinha morrido no bloco...Toda a equipa tinha 60% de certezas e 40% de incertezas...Nunca pensaram que o cenário fosse o que se veio a comprovar...

Nem eles nem eu...

Acreditei tanto...Mas afinal, os milagres não são para qualquer um...

O que interessa mesmo, agora, é aproveitar cada dia, viver e saborear cada minuto, sem ressentimentos...

E enquanto cá estiveres pai, vamos lutar!

Sempre....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:38

O "câncaro", o meu pai, eu e os outros...#18

por lady magenta, em 13.11.11

(imagem retirada da net)

 


 

E de maneiras que estamos aqui a assistir em primeira mão à "trovejada"...

 

E de maneiras que o Sr. meu pai já está no retiro espiritual...Dia 13, cama 13...Prenúncio animador para os cépticos, os depressivos e maniacos acham que não, eu creio que sim.

O estado animico não era dos mais animadores, mas no entanto, soube bem saber que uma das "Sô" Dras. se ofereceu para dormir com ele, se ele ficasse sózinho e com medo! (foi uma animação a nossa manhã...toda a gente a querer saber se tinha "feito o amor" antes da operação...Whatever...)

Para começar não tinhamos cama, depois andámos a passear Rossio acima e abaixo, entretanto foi altura de dar entrada com o seu ar bem disposto e uma das funcionárias dizer entre dentes, que "nem tem ar de doente...", depois acabou por ter de ficar na ala feminina, já que o lado dos homens estava sobrelotado...Depois de tanta azáfama, soube bem ouvir a tua voz, cansada mas finalmente deitado nos teus aposentos provisórios...

Como a Dra. diz, estamos a prepara-nos para uma longa e dura batalha...

12 horas de bloco esperam por ti na 3ª feira...A nós resta-nos ficar deste lado, hopping for the best, expecting the worse... É com esta linha de pensamento que temos de nos manter resolutos de que no fim, ainda nos vamos divertir com a tua imagem...Cheio de tubos a sair dos orifícios menos esperados, com a mente toldada pelo efeito da medicação e a dizer barbaridades ou a ter visões do outro mundo...(espero que só vejas coisas boas...maços de notas de 500€, raparigas giras, paisagens magnificas, raparigas giras, cores maravilhosas, raparigas giras e muitas mas muitas raparigas giras em posições mirabolantes e com maminhas de todos os tamanhos!)

...

Nós estamos a torcer por ti pai...E sei que tudo irá correr bem...Se não correr, ao menos morremos a lutar e sem desistir...És o meu herói pai, só o facto de estares determinado a dar uma valente sova ao bicho "câncaro" vale por tudo...

Até já pai...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

ai a minha vida...#3

por lady magenta, em 09.11.11

(imagem retirada da net)

 

 

E eu gosto mesmo é de recados...E indirectas. E coisas escaganifobéticas escarrapachadas nos facebook's de cada um, a fazer lembrar " Ah e tal esta é para ti...E para ti também..."

Estas coisas fazem-me assim, uma espécie de brotoeja nos meandros dos entrefolhos...

E eu, embuida que ando, do meu estatuto de "filha de pai doente", ainda me dá para atirar para o ar "Olhem que eu sou doida e o meu pais está doente!!!! Mas não serve de desculpa para toda a parvoeira!!!"

Haja quem entenda estas pessoas...Eu cada vez mais, tenho de mim para mim, que sou fruto de qualquer coisinha lúcida...Ou diferente.

(qualquer dia dou por mim a pensar que tenho cornos e, afinal são umas antenas que me brotam da testa!)

...

Mas porque carga de água, as pessoas não entendem que se não respondo e se não quero saber, é exactamente porque não estou nem aí para certas cacas???

Olhem ide...Ide e vide se estou ali naquela esquina iluminada!

 

Ah e já agora...Gostaram deste post em modo de indirecta???? Fui bem não fui...Eu sei que sim...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00

O "câncaro", o meu pai, eu e os outros...#17

por lady magenta, em 06.11.11

 

 

(imagem retirada da net)

 

 

 

Nos últimos tempos tenho-me questionado, algumas vezes, sobre o significado da vida...Não encontro exactamente as respostas que gostaria, nem tão pouco me dou ao desfrute de pensar que sou uma grande intelectual para o fazer...Divago! Como acho que o faz a maioria de nós...

O que não tenho mesmo pachorra, é ouvir pessoas no auge da vida a queixarem-se por tudo e por nada...É pá...Não tenho pachorra!!! É daquelas coisinhas que me faz querer dar azo, a deixar vir à flor de mim o meu lado"Dark-bairro-social"!!!! (lá tenho eu de fazer muita ginástica mental e, morder os braços, os lábios e tudo o que apanhe à frente...whatever.)

 

Afinal já não temos cirurgia dia 7... Parece que há disputa por um lugar na sala de operações e, como o chefe do serviço faz questão de assistir, mas não podia no dia 7, adiaram para dia 15...O meu pai até se sente uma vedeta! Qual Cristiano Ronaldo, mas sem jeito nem saúde para jogar à bola...Nem fisico, já agora...Pelo menos já tiraram sangue para a auto-transfusão, parece que facilita a recuperação e torna o risco de infecções menor. Mas estivemos na mesma uma semanita internados. Fizeram todos os exames necessários e, voltamos no dia 13...Não me venham com a história que é dia 13 e tal e o coiso! (comecei a namorar a dia 1 de Novembro e continuo casada...)

De resto estamos na fase da engorda, os Srs. Drs. acham que era bom se o meu pai engorda-se, pelo menos, 2 kg mas é quase impossível com o tipo de tumor que tem...Confirma-se ser um Adenocarcinoma, só ainda não sabes o estádio, pois os Srs. muito queridos do Hospital CUF, resolveram passar essa batata para os Srs. do hospital público...Fofos, à falta de um melhor adjectivo...Também não interessa nada, já que se conseguirem realmente ressecar o bicho "câncaro", têm tempo para o estudar...Qualquer dia ando aqui a vasculhar a net com o meu pai e, deparo-me com o dito!!!! "Olha pai, estás a vê-lo???? É o teu tumor!!!! Até tem as nossas feições e tudo!!!!"

Enfim...

O nosso estado anímico é como constatam...O de quase sempre, com a vertente da patologia cerebral desmiolada, a dar um ar da sua graça porque não me apetece, nem tenho pachorra para levar esta história de tumores e "câncaros" muito a sério...Pelo menos não para já...

Amanhã, quando tiver pensado, mais um pouco acerca da vida, logo se vê...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:16


Porque nem tudo o que luz é ouro e nem tudo o que brilha é prata...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D