Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O "câncaro", o meu pai e eu...

por lady magenta, em 28.02.12

 

 

E ao 8º dia "mandaram-te" embora...Assim. Sem dó nem piedade.

E se hoje fosse o dia, daqueles dizeres dos pacotinhos de café, "algum dia desapareço...hoje é o dia!" Eu já tinha desaparecido.

É que foi mesmo o dia do cocó diarreia!(e ainda não acabou!)

Raios partam este maldito dia...

Já praguejei, já ordinarei, já se me fundiu a merd@ do médio do carro e a lâmpada da matrícula, já um pombo esvoaçou contra mim, já pisei um cocó de cão...Fada-se que até para andar na rua tenho de ter sorte!...

...

Noutro campo...

Já ouvi muitas desculpas do pessoal hospitalar, mas também já puxei dos galões e já lhes disse que não sou uma anormaloide qualquer! Que se eles estudaram eu também! E fiz questão de que, já que estavam tão apressados para vagar a cama do meu pai, que então ele sairia com a roupa do hospital, a qual, eu devolveria um dia destes!(sim, já que nos informaram de que não dispunham de tempo para aguardar a chegada da roupa dele...)

...

E noutro campo ainda...

Esta barraca instalou-se(estou tão brejeira e virada ao povão hoje... que chique que sou e tal e não quê...) porque os fofos dos nossos Srs. "des"governantes com excesso de burocracia,(que até lhes dizia para meterem os papeluchos nos orifícios anais e peneais, mas isto saído da boca, ou das pontas dos dedos de uma "laide" parece mal e tal...) resolveram fechar as urgências do Hospital Curry Cabral, pois iria abrir o santo graal do Hospital de Loures...Mas...(todas as comédias têm um "mas"...tenho de perceber qual é o "mas" da comédia em que se tornou a minha vida...) Esqueceram-se de que para uma urgência hospitalar funcionar plenamente é preciso muuuiiitttooo trabalho e logística e a "cabr@" da burocracia que não foi simplificada...Ou seja, por exemplo, o hospital de Loures tem quase todas as valências incluindo psiquiatria, mas a chefe de serviço, está sentada na secretária porque ainda não pode receber os respectivos doentes, pois a put@ da burocracia não soube ser simplificada!!!! Noutros serviços, como por exemplo o que se responsabiliza e controla as infecções hospitalares, não funciona a 100% porque não foi nomeada toda a equipa...And so on and on....

E não me perguntem como sei. (Acho que são os meus poderes mediúnicos a funcionar...) 

...

E noutro campo ainda....(Acho que me começo a repetir e isto a mim não me soa nada bem...)

O meu pai andou. Sozinho. E fala coerentemente.

E eu, que jurava a pés juntos que ele partiria esta semana, tal não era a degradação do seu estado de saúde, pensei ter presenciado um milagre de S. Lázaro... Até o médico dele não soube o que me dizer..."sem palavras"...Mesmo.

 

No final de contas, está em casa e ponto final....

E este dia foi tão violento, e com discussões e acusações tão feias e violentas, nas palavras proferidas, que se eu fosse crente nalguma coisa, já me estava a flagelar de silício à volta das zonas mais sensíveis!!!!

Enfim...Haja pachorra para os que aturam e para eu me aturar a mim...Estou intragável, com humor de cadela sarnenta e enxertada em corno de cabrão!

(agora é que acho que foi tudo...)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:52

O "câncaro", o meu pai e eu...

por lady magenta, em 27.02.12

 

 

E cá andamos nesta vida...

Hoje muito atribulada....Tão atribulada que até deu para organizarmos uma acesa discussão hospitalar...(as merd@s em que me meto....só visto.)
Foi tal a agitação que até me senti nauseada....

Uns mandam para casa porque a cama está ocupada, outros acham que não pode ser, o meu pai, num momento irreal de lucidez, acha que o fomos despejar e não o queremos levar para casa...Enfim...Um filme negro e desprezível...

E adivinhem quem me teve de ouvir(não sei como ela aguenta, mas ela faz questão....), a minha amiga Rosa....

Qual confessora, ouviu-me esgrimir os meus argumentos, como se fosse ela a culpada pelo nosso "maravilhoso" serviço de saúde estar tão burocratizado, que o importante, o bem estar dos doentes, pode muito bem ficar relegado para último plano...

Ou seja, como eu também sou uma boa gestora, tão boa quanto os Srs. Governantes que nos governam e, passo a expressão, posso muito bem ir de frasco de álcool e fósforo na mão, começar a incendiar todas as enfermarias e locais onde são "depositados", (sim leram bem e deixem-me estar porque isto tem de sair) os nossos doentes terminais! É que assim matam-se dois coelhos, nem se investe nem se tem mais burocracia! Já que é para morrer, então que matemos já os nossos familiares!

Não se trata de não querer levar o meu pai para casa. No entanto não temos, e acho que muito poucas pessoas têm condições para tal...

Ah e tal, mas o Estado não é responsável por isso... E dizem vocês com muita razão. Mas então fazemos assim, os Srs governantes deixam de ter carrinhos topo de gama, viagens em primeira classe, 350 secretárias só porque sim, e tantas outras coisas que podia enumerar, mas depois já ficava um post chato e longo, e eu sou curta e grossa...Ah e já agora, essa malta que anda para aí a receber os belos dos subsidios para gastar em tabaco e cafés,só prque não quer trabalhar e ficar em casa à conta dos otários é bom,  eram bem formados, por exemplo como assistentes familiares...Ah mas depois tinham de limpar os cócos e os xixis e era chato, pois...

Pois a merdinha sim!

Se estes "des"governantes soubessem, imaginassem sequer, o que é viver com estas doenças, passar por estas merdas sem se querer, podia ser que dessem valor a quem tem de travar esta luta diariamente!Se imaginassem as batalhas inglórias que se travam em meio hospitalar, porque a equipa médica sabe que a familia de determinados pacientes, não os pode cuidar convenientemente, mas estão de pés e mãos atados, pelo excesso de buracracia que lhes impõem, e literalmente são coagidos a dar altas quando o não deveriam fazer, só para não sofrerem represálias...

E eu como eles, hoje sinto-me uma verdadeira palhaça...Porque infelizmente é o país que temos...Investimos o que não temos naquilo que não nos serve para rigorosamente nada, e burocratizamos para não investirmos no que nos é essencial...

 

 

 

 

 



 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

O "câncaro, o meu pai e eu...

por lady magenta, em 24.02.12

 

 

E a cada dia que passa, o declínio é maior...

Hoje mais um dia...Hoje com a visita dos dois netos mais velhos, destroçados porque não imaginavam que iriam encontrar o avô tão...mal.

Hoje dia de encontrar um "abrunho" mascarado de enfermeiro..."Ah e tal, do ponto de vista clínico não podemos fazer mais nada, por isso o melhor será mandar o Sr. Vitor para casa...", " Desculpe????? Está a brincar certo????", "Ah porque não temos camas e é um doente que precisa de cuidados continuados...", " Então desculpe uma coisa...O Sr. é enfermeiro certo? E isto é um hospital, boa? E é para cá que vêm a pessoas que têm necessidade de cuidados emergentes, certo...E não me venha com a treta dos centros de cuidados paliativos, pois as listas de espera rondam os 60 dias...E o Sr. sabe tão bem como eu, que provavelmente ele não vai ter nem 5...Por isso está aqui para fazer o seu serviço, pelo qual é compensado mensalmente pelo dinheiro que eu, e todas as outras pessoas, incluindo os doentes que trata, pagam ao estado?????? Veja uma coisa, vocês podem querer mandar o meu pai para casa, porque vos está a dar trabalho, se não querem lidar com doentes, então faça-me um favor, dispa a farda e meta férias..." Fim de conversa. Em que o desgraçado do enfermeiro nem teve tempo de contrapor....

Hoje acordei com maus fígados e vontade de mandar à merdinha quem me chateie...Deixem-me aqui "lega life", a remoer o que me mói e fim de conversa...Não quero comer, nem falar, nem fumar, nem coisa nenhuma...Só quero mesmo estar sossegadinha neste canto...

Hoje foi sem dúvida um dia dificil.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10

O "câncaro", o meu pai, eu...

por lady magenta, em 22.02.12

 

 

Mais um dia na ronda hospitalar...

Tive o privilégio de te dar o almoço e, se comes-te bem!

Mas é duro...

Tão duro que nem há explicação...

De dia para dia estás mais fraquinho, quase nem te fazes ouvir...Mal consegues levantar os braços, as forças não chegam...Falar custa, mexeres-te também...

Hoje no meio de toda a tragédia ainda nos rimos...Porque pedis-te uns sapatos para quando te "fores embora"...A mãe acha que te traz umas galochas porque pode calhar estar a chover, eu achei que era melhor levar-te o fato da pesca!

Enfim...Temos de ir intercalando o riso com o choro...

Uma coisa é certa, a equipa que te acompanha é absolutamente extraordinária!

Todos...

Do mais humano que possam imaginar, e carinhosos...Para o meu pai e para nós.

Hoje a psicóloga andou atrás de mim..."Fale Susana, deite para fora..." Não consigo Dra...Não agora." 

O que me resta do dia? O carradão de beijinhos que me deste...

Que poderão ter sido os últimos, em jeito de despedida...Ou amanhã, ainda tenha tempo para muitos mais...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45

Para a Alma...

por lady magenta, em 21.02.12

 

Olá Alma, obrigada pelo ombro... Desta vez escrevo para si em particular, sobre mim, para me ficar(em) a "conhecer".

Sou a Susana, conhecida pelos amigos como a "tsunami", eles acham que sou uma força da natureza...Sou simpática, humilde, mas também tenho mau feitio! Sou tudo e nada, só funciono da minha maneira...Custa-me ver injustiças e, quando me entrego, faço-o totalmente...Perco a razão na maioria das vezes, por defender assertivamente demais as minhas opiniões...Sou mulher, mãe e amiga...Posso ser o céu ou inferno, depende das situações. Sou obstinada, corajosa mas algumas vezes faltam-me as forças nas pernas...Já perdi tudo o que se pode perder, mas conquistei ainda mais...A vida não me atormenta, aprendi a viver dentro das minhas limitações e fraquezas. Tive tempo para dar valor ao realmente importante e, relativizar o que não me faz feliz...Tive de abdicar de muito, mas o que ganhei em troca foi muito mais importante...

A vida já me foi madrasta muitas vezes...Já tive desgostos horríveis e passei por tormentas em que só eu saí inteira.

Já pemiti que me magoassem, mas também já magoei quem não o merecia.

Já me vinguei, mas também já fui vingada...

Já fui rebelde, mas depois passou-me.

Já tentei mudar o mundo, mas percebi que para mudar, devo de começar primeiro pelo meu mundo...

Já menti, já roubei, já me droguei, mas depois de tudo perder, quis ganhar o mundo...

Já fui terrivelmente infeliz na minha incessante busca pela felicidade. Um dia acordei e vi que afinal, a felicidade era isto...

Tudo o que tenho é à custa do meu esforço e, normalmente quando um dia digo que vou ter assim ou assado, acabo sempre por conseguir fazê-lo antes do que pensei...

Já fui oprimida e injustiçada. Já perdi toda a minha auto-estima e amor próprio...Reconquistei-os a ambos quando ninguém acreditou em mim.

Acredito nos Homens e não em deuses.

Não tenho fé, mas acredito na compaixão...

Sou dedicada e fiel, mas não aceito traições.

Quando me entrego, faço-o de corpo e alma, por isso saio tantas vezes magoada das mais parvas situações.

Normalmente dou muito mais daquilo que recebo. Deixei de criar expectativas, fico menos magoada quando me pregam "partidas"...

Quando deixei de acreditar em tudo, quando me senti no fundo do poço, o meu filho mais velho resgatou-me para a vida e aprendi o que era o amor incondicional...Quando deixei de acreditar no amor dos homens, descobri no meio do nada o meu marido...Meu melhor amigo, minha alma gémea, meu amor...

Já me desacreditei, mas descobri novas convicções...

Já pensei que ia entrar em querelas e, afinal tornaram-se em batalhas sangrentas...

Sou assim...O extremo de tudo, o melhor e o pior...

Já fui a pior filha, tornei-me no pesadelo de qualquer pai...Mas dei a volta, enfrentei o "touro pelos cornos" e, fiz questão de mostrar a todos que talvez fosse melhor não me subestimarem...

Acima de tudo sou apaixonada pelos meus filhos, marido e familia. Pelos amigos, mesmo alguns virtuais...

Um grande beijo para si e, para todos aqueles que neste momento, mesmo virtualmente, se mostram disponíveis para dar o ombro...Esse vosso gesto, essas vossas palavras, fazem toda a diferença...

Já ganharam o céu...

E toda a minha consideração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:44

o "câncaro", o meu pai e eu...

por lady magenta, em 20.02.12

Alguém me explique, devagarinho, muito devagarinho mesmo, como se explica a dois filhos lindos e maravilhosos, que o avô que viram sair de casa já não entrará mais...Como se explica, sem os magoar, que estão terminantemente proibidos de atender o telefone, porque podem telefonar do hospital se houver alteração do estado de saúde do avô e, não querem que eles saibam por vozes alheias...Como se explica que a mãe está triste, muito triste, mas que neste momento não tem forças, nem sabe onde as há-de arranjar para chorar...

 

O meu pai está internado desde esta manhã...

Segundo o léxico médico, encontra-se em estado terminal, o que para os leigos significa que o fim está ao virar da esquina...Mas o caminho até à dita esquina, pode levar horas ou dias...

...

Neste momento nem eu sei o que hei-de pensar, nem dizer...

Neste momento, o turbilhão de coisas na minha cabeça, até me faz doer os olhos...

...

Este é o momento em que fiquei sem palavras e com um vazio corrosivo.

...

Neste momento só sei que a minha mãe é a minha mais recente heroína e, que a familía é o meu pilar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:02

E também me acontecem coisas boas!

por lady magenta, em 17.02.12

 
 

 
 ADORO...A MINHA MANA É A MAIS FORTE E MELHOR DO MUNDO...SEMPRE FAREI DAS PALAVRAS DELA AS MINHAS.....ABRAÇO DO TAMANHO DO MUNDO....MANA....LINDA....ADORO-TE.....
 
Uma mensagem pequenina que a minha irmã, que está longe, me deixou no facebook...Obrigada mana ; )
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:54

Para a Teresa...

por lady magenta, em 16.02.12

Que visitou o blog pela primeira vez, comentou e, eu acho que sem querer apaguei o comentário...Desculpe.

Sei que o que escrevo, certamente não é o que as pessoas mais gostam de ler, preferem coisas que os façam sair, nem que seja por breves momentos, da crise de valores e vidas complicadas e cheias de "bolinhas vermelhas", que levam... Provavelmente muitos chegam, lêem o título dos posts, "câncaro", e fogem a sete pés...Garanto-lhe, infelizmente não sou a única a ter um pai com cancro...Ele e muitos outros lutam diariamente contra um oponente devastador...Existem mais blogs na net a contar vidas de doentes oncológicos. Heróis e Heroínas que continuam a batalha, ou que lhe conseguiram sobreviver...Blogs de familiares a contar o que é esta luta, o que nos move, o que nos une, como se vive? Eu pesquisei, mas não encontrei nenhum. Não quero ser única, até porque este blog não foi criado com esse intuito, este surgiu na sequência de um outro, ladymagenta, que por outros 500 tive de eliminar...Eu até vinha aqui contar coisas giras da minha vida, desabafos, histórias...O cancro do meu pai foi um "bónus".

Neste momento, é um dos sitios que me servem de refúgio. O blog, e os ombros que me emprestam...Se um dia receber um comentário de alguém, com um familiar a lutar com um cancro, que quer saber como se sobrevive, já darei a minha missão por cumprida...Apesar de não ter religião e, ter certa dificuldade em acreditar em seres omnipresentes e omnipotentes, garanto-lhe que acredito nos Homens. Podemos ser os melhores e os mais destrutivos seres. No entanto temos um sentimento maravilhoso, a compaixão...Sei que é duro o que deito para fora em algumas alturas, mas tem mesmo de ser...Pode ser que ajude alguém a passar por um cancro, pode ser que dê força a alguém para aguentar mais um dia...Pode ser que esta minha vontade me ajude a aguentar, também, tudo isto sem deitar a toalha ao chão...

Obrigada Teresa, pelo seu comentário, desculpe tê-lo apagado, e não se sinta triste por não ser capaz de comentar...Eu também já fiz parte daqueles que passam ao largo, de alguém que sofre de cancro, e também não soube o que dizer...; )

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:34

O "câncaro", o meu pai e eu...

por lady magenta, em 14.02.12

 

 

E cá andam estas vidas...

E de maneiras que o Dr. que acompanha o meu pai acha que ele é um herói...Por aguentar tanto em tão pouco tempo.

E nós, mesmo sem querer somos heróis forçados...Por termos de lidar com tudo isto, sem escapatória possível...E é tudo tão deprimente e mau.

Cada dia que passa definhas um pouco mais, o teu discurso é cada vez mais confuso, a tua cabeça já não te faz as vontades, tem vontade própria.

Um dia arrancas o saco da fístula permanente, noutro cais para o chão e bates com a cabeça, noutro ainda pedes à tua "marida" para jogar contigo à bola...Isto tudo resumido para dizer que o inevitável está a acontecer...

Não é bonito nem saudável.

Ter de pensar sequer na hipótese de te internar num centro de cuidados paliativos, que os há, é simplesmente aterrador...Só ter de equacionar a hipótese, é algo que por si só me revolta as entranhas...

Sabes pai, hoje é um daqueles dias em que sinto mesmo a tua falta...Porque o pai que eu conheci, já partiu...Este que ficou é simplesmente a sua sombra...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:06

Amor é...

por lady magenta, em 13.02.12

 

 

 

Tu fazes-me sentir que os dias não duram nada, que o tempo todo é pouco. Penso em ti ao pé de ti, longe de ti, penso em ti.

Quero estar sempre contigo porque tu para mim és tudo e eu sem ti sou só nada. Para o mundo, para os dias, para a vida, tu despertas-me...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 20:55

Pág. 1/2



Porque nem tudo o que luz é ouro e nem tudo o que brilha é prata...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
26272829



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D