Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O "câncaro, o meu pai e eu...

por lady magenta, em 24.02.12

 

 

E a cada dia que passa, o declínio é maior...

Hoje mais um dia...Hoje com a visita dos dois netos mais velhos, destroçados porque não imaginavam que iriam encontrar o avô tão...mal.

Hoje dia de encontrar um "abrunho" mascarado de enfermeiro..."Ah e tal, do ponto de vista clínico não podemos fazer mais nada, por isso o melhor será mandar o Sr. Vitor para casa...", " Desculpe????? Está a brincar certo????", "Ah porque não temos camas e é um doente que precisa de cuidados continuados...", " Então desculpe uma coisa...O Sr. é enfermeiro certo? E isto é um hospital, boa? E é para cá que vêm a pessoas que têm necessidade de cuidados emergentes, certo...E não me venha com a treta dos centros de cuidados paliativos, pois as listas de espera rondam os 60 dias...E o Sr. sabe tão bem como eu, que provavelmente ele não vai ter nem 5...Por isso está aqui para fazer o seu serviço, pelo qual é compensado mensalmente pelo dinheiro que eu, e todas as outras pessoas, incluindo os doentes que trata, pagam ao estado?????? Veja uma coisa, vocês podem querer mandar o meu pai para casa, porque vos está a dar trabalho, se não querem lidar com doentes, então faça-me um favor, dispa a farda e meta férias..." Fim de conversa. Em que o desgraçado do enfermeiro nem teve tempo de contrapor....

Hoje acordei com maus fígados e vontade de mandar à merdinha quem me chateie...Deixem-me aqui "lega life", a remoer o que me mói e fim de conversa...Não quero comer, nem falar, nem fumar, nem coisa nenhuma...Só quero mesmo estar sossegadinha neste canto...

Hoje foi sem dúvida um dia dificil.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:10


1 comentário

De blogando-me1 a 25.02.2012 às 11:53


Apesar de ter acompanhado a doença do meu pai de longe, sei que pelo menos foi bem tratado no IPO de Lisboa. A partir dai e à data da sua partida, estava internado no Amadora/Sintra e o apoio foi constante. Mas existem enfermeiros e enfermeiros. Conheço muitos que trabalham por amor aquilo que fazem e aqueles que trabalham por amor ao dinheiro que recebem. E acredita que para se ter esta profissão é preciso ter uma "carrada" dos mais variados sentimentos.
Fez agora 1 ano que uma prima enfermeira teve um grave acidente no viaduto de Vila Pouca de Aguiar, onde toda a gente pensava que não se safava, mas a força dela foi maior e hoje já está ao serviço. Ela vive para ajudar o próximo. Quanto a ti, grande mulher que disseste aquilo que pensavas. Se toda a gente fosse assim.... Coragem e sabes que o meu ombro (não é muito largo, mas serve) está sempre aqui.

Bjs fofos

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D