Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Para o Petit-chef, A.K.A. Ciganita...

por lady magenta, em 04.03.12

Deixo-lhe um poema da escritora, Fernanda Mello...

Sabe, nesta minha vida atormentada por doenças más, que resolveram minar as saúdes das pessoas que amo, sinto-me com uma ligeira fadiga mental portanto é provável que tivesse tendência a ser mais pragmática e directa, do que aquilo que realmente merece, tendo em conta os seus dois últimos comentários...O primeiro a este post, O "câncaro", o meu pai e eu..., e o outro a este, Ai a minha vida... .

No entanto deixe-me que lhe diga, este blog, minha pertença, e de minha propriedade intelectual, é regido segundo regras ditatoriais, regras essas impostas pela minha extraordinária pessoa e, como deve calcular, a meu belo prazer...Logo, sendo eu aqui a lei e não me merecendo mais do que isto, é com este poema que ficará...

Tudo de bom para si, os seus e a sua vida. Que algures encontre paz, espinha dorsal e amor.(Acho difícil, bem como complicado, no entanto vivemos num estranho mundo louco...)
 Beijinhos fofos desta lady chamada Susana, que além de dar a cara, não tem vontade nenhuma de se chatear logo pela manhã radiosa que está, nem de tão pouco mandar alguém à merda...Alguém que até está na Ilha do Pico, provavelmente ostracizado pela vida e a pastar vacas...

AHHHHHHH, acabei de ter uma epifania,(depois pode ir procurar o significado das palavras difíceis no dicionário do Google, ok?), afinal a patologia de que sofre é meramente física ao contrário do que pensei...é do cheiro da bosta que está assim!!!!

Olhe tenho um santo remédio....Atire-se ao vasto e extenso oceano Atlântico e tente nadar até ao "contenente"...Pode ser que se cure dessas maleitas, que na minha leiga opinião, poderiam ser psicológicas....

Fico bem mais descansada por saber que afinal é só um "envenenamento bostal"...

Beijos sinceros

 

Susana(A.K.A. Tsunami)  

 

 

Vá.
Fale mal do mundo enquanto eu faço versos.
Investigue a vida alheia. Faça calúnias.
Invente histórias em que você não está.
Vá!
Mas vá logo!
O que te espera de si?Flores, perdão...
Ou um sentimento barato para se enfeitar?

Vá.
Fale mal de mim enquanto eu faço versos.
Queixe-se da vida. Culpe o outro. Beba algum veneno forte.
Engula uma verdade sem rir. Insulte alguém feliz.
Meu coração tão leve - daqui - te sente:
Tanta falta de amor por si mesmo, porquê?

Como te escreves se nem sabes servir?
Queria te dizer, me desculpa a audácia
Do mundo, a gente pouco leva: O que viu ali.
O que sentiu. O que leu...
O que fez por alguém e por si mesmo.
O que foi, quase por engano.
Da vida, meu amigo, a gente só leva o coração.
E o meu é poesia. Música.
E uma leve descrença no ser humano que eu não posso evitar.

E o seu?(...)

Vá! CUIDE-SE.
Mas cuide DE SUA VIDA.
Sempre é tempo de mudar e se fazer feliz.

(Fernanda Mello - Mil maneiras educadas de mandar alguém à merda)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:42


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D