Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O "câncaro", os outros e eu...

por lady magenta, em 30.06.12

 

 

O facto de, a cada vez que temos de entrar numa urgência hospitalar, nos dizerem que a partir de agora irá sempre ser decadente e cada vez pior, não facilita em absolutamente nada a situação...

Além de não facilitar, não ajuda nada, para quem sofre por atencipação e tem imaginação gráfica suficiente, ficar a partir dali, a imaginar cenários degradantes e sofridos.

A vida com a doença cancro é por demais irrealista...

A doença cancro é o inferno na terra...

...

(E não...Não me estava a referir ao meu pai, que continua cá a lutar...Mas sim ao pai do meu filho, para quem a batalha está cada vez pior...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:58


13 comentários

De marie-claire a 30.06.2012 às 14:53

Sem dúvida que é a pior doença que pode existir... Força querida!
Beijinhos *

De lady magenta a 01.07.2012 às 11:29

Obrigada Mary...; )

De Bina Ladina a 30.06.2012 às 18:04

Força amiga!
Tu tens de ter um coração forte para conseguir aguentar isso tudo sem deixar cair os braços.. E isso custa, como eu sei que custa...
Força e não desistas que eles precisam de nós!!
Bjinho grande

De lady magenta a 01.07.2012 às 11:29

Desistir neste momento, é um luxo e não uma opção...Beijos linda ; )

De Clísteres e Pulgas a 01.07.2012 às 02:34

Não me tinha apercebido que, para além do teu pai, tinhas mais uma pessoa próxima na mesma situação. E  sim, estes "avisos", chamadas de atenção, são tão desnecessários... Dá vontade de dizer: daaaa... Isto é, a menos que sejam boas notícias, não vale a pena repetir que as coisas estão más. Se já se passou por tanto, dizer isto põe uma pessoa a pensar: mas o que mais vem por aí? Não são mal intencionados, mas há informação que vira desinformação. E dor...

Um beijo e a pensar em ti e nos teus.

De lady magenta a 01.07.2012 às 11:30

É verdade Nina...Este ano fizemos o dois em um...Obrigada pela tua força...; )

De Clísteres e Pulgas a 01.07.2012 às 12:10

Palavras dos outros. Bonitas. Só isso.

Build me a cottage

Build me a cottage deep
In a forest, a simple, silent home
Like a breath in a sleep,
Where all I wish may be never to roam
And a pleasure all smallness may keep.

A palace high then build,
With confusion of lights and of rooms,
A strange sense to yield,
Whiter my desire from the cottage's glooms
May go, to return, unfulfilled.

Then dig me a grave,
That what cottage nor palace can give
I at lenght may have
That weariness of all ways to live
May cease like the last of a wave.

......

Constrói uma casinha

Constrói para mim um lar
Num bosque, casa simples, sossegada
Como em sono o respirar,
Onde toda a vontade acomodada
E pequenos prazeres possam morar.

Dá-me um palácio, a seguir,
Com salas e luzes sem profusão,
Aonde o desejo pode ir
Da casa escura à bela mansão
Para voltar ainda por cumprir.

Cava depois uma cova,
Para que o que nas casas não pude ter
Aí o tenha de sobra;
Para que o cansaço de todo o viver
Cesse, como a vaga que soçobra.

20-12-1907 , Fernando Pessoa

(em inglês, o original)

De lady magenta a 01.07.2012 às 12:14

Lindo...Não conhecia. ; )

De Fátima Soares a 01.07.2012 às 14:51

Deixo-te um beijinho e muita força como sempre. Desculpa andar distante. Ando um pouco em retiro "presente" mas apenas de teimosia, não de vontade. Não sei se me entendes mas deixo-te uma grande abraço!!! Com amizade e carinho.

De lady magenta a 02.07.2012 às 21:24

Obrigada pelo carinho...; )

De golimix a 01.07.2012 às 17:29

Image

bijinho

De eu ando às voltas a 02.07.2012 às 17:30

Se há doenças que desgastam todos os que rodeiam quem tem o azar de a ter, o cancro é uma delas.
Força.

De lady magenta a 02.07.2012 às 21:24

Obrigada ; )

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D