Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O "câncaro", o meu pai e eu...

por lady magenta, em 28.08.12

 

 

E estamos de volta a casa.

Com 350 avisos do que devemos ou não fazer, mas imaginem, com apenas e só, uma receita médica para aviar...

Até se podia pensar que, tendo em conta o estado de saúde do meu pai, lhe iriam prescrever dezenas de medicamentos..1. Apenas e só.

...

Adiante.

E nem tudo é melodramático nesta vida de doenças.

Também temos os nossos momentos de folia e animação!

Como por exemplo, quando o meu pai faz de conta que é teimoso para levar a sua avante; ou quando insiste em que a minha mãe lhe leve fato completo com gravata e tudo, para a saída do hospital; ou ainda, save the best for last, quando vai a andar no passeio e lhe caiem as calças...E a fralda!!!

Rimos. Alto e bom som! O meu pai, a minha mãe e eu...Rimos, porque amanhã podemos não ter hipótese e porque foi uma situação do mais inusitado que nos deverá acontecer...

Até o Sr. do táxi que nos transportou se riu...Sem saber porquê.

Riu, ouviu-nos e, no final da "bandeirada", disse-me baixinho; "Continue assim...Com essa força e coragem...E olhe, tudo de bom..."

E tudo em mim se estilhaçou.

Foi como, mais uma vez, levasse um murro no estomâgo e me forçassem a acordar para a realidade...

Mas aquele momento em que olhámos para o meu pai, magrissimo, de calças nos tornozelos e fralda também, esse já ninguém nos tira!

Quem diria pai, que um dia irias ficar despido da cintura para baixo, em plena rua?

Ai pai...Ao menos estas gargalhadas já foram nossas...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:52


2 comentários

De eu ando às voltas a 28.08.2012 às 19:07

Tenho acompanhado em silencio. Após o primeiro comentário que fiz neste blog, em que mostrei que sei bem o que passa, pouco mais há a dizer. Por vezes acho que palavras nestas alturas soam a pouco, por mais força queiram dar. Mas nesta altura é mesmo essa a palavra que quero deixar, FORÇA.

De miilay a 28.08.2012 às 20:14

Amiga, gostei do que li, pela forma como relatas uma passagem constrangedora, mas que neste caso vos fez rir, dar umas gargalhadas para deitar cá para fora a raiva e dor que por aí vai. Eu sei como é pois acompanhei, uma situação parecida durante dois anos. Mas , mais uma vez te deixo um xi apertadinho.
miilay

Comentar post



Porque nem tudo o que luz é ouro e nem tudo o que brilha é prata...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D