Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Esta coisa do luto...

por lady magenta, em 16.09.12

 

 

Primeiro que tudo, e desviando-me obviamente do assunto, tive muita, muita pena mesmo de não poder ter ido à manifestação. No entanto, sei quem foi lá por mim, e levou um pouco de mim consigo, já que se tivesse ido, certamente iria na linha da frente...

...

Adiante que o dia de ontem já passou.

E passou uma semana.

É verdade... Uma semana complicada, em que afinal aprendemos, que até para fazer luto o tempo passa devagar...

O luto não é a roupa que vestimos, são os apertos que sentimos no coração, por vermos os sentimentos dos que amamos esfrangalhados e, os nossos já agora. (Desculpem a expressão, mas à falta de melhor...Vocês entendem.)

A roupa é apenas um pró-forma, para que outros vejam que estamos a passar um processo doloroso. Por mim, jamais verão. O luto faz-se para dentro, por vezes, no entanto, somos traídos pelos olhos...Que teimam em deixar cair lágrimas, como sinal de alivio, por a alma já não aguentar tamanho sofrimento...

Apesar de estarmos à espera da morte do Paulo, nunca estivemos realmente preparados para lidar com a sua perda e, a cada dia que passa, a saudade aumenta tanto, quanto a falta da sua presença.

Só com o passar dos dias começamos a ver que afinal, é a sério...Ele partiu. O seu corpo físico deixou de existir. Existem as lembranças, boas e más, as memórias...O som da voz dele, das suas gargalhadas, o sorriso...O sorriso fica sempre entre nós, já que o filho tem exactamente o mesmo sorriso do pai...O mesmo jeito de andar com os pés para a "doca"...

A morte do Paulo, para mim, não é só a morte dele, é um prenúncio daquilo que terei de ultrapassar quando o meu pai partir...Do apoio que tenho de dar aos meus filhos e, eles a mim...Acho que não vou ter tempo para parar para pensar, hei-de estar absorvida por tantas outras coisas maiores que as suas perdas...Os meus filhos, a minha mãe...

Quando tiver tempo faço o meu luto. Da minha forma atípica. Hei-de chorar, hei-de me rir, terei tempo para gritar com eles os dois, com a vida, com o maldito cancro...Com alguém! Ou com coisa nenhuma...

Isto da morte e do luto tem muito que se lhe diga, tanto que ainda ando a processar informação...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:45


1 comentário

De Palomina a 16.09.2012 às 23:09

Já passei por lutos muito dolorosos, outros hão-de vir, às vezes é dificil encontrarmos palavras que nos confortem.
E quando vemos partir alguem de quem gostavamos muito, parece que parte de nós também partir.
Deixo-te um abraço apertadinho e amanhã será um novo dia...depois outro um pouco melhor e assim sucessivamente até que possamos sentir que a nossa vida já voltou à normalidade.

Image

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Porque nem tudo o que luz é ouro e nem tudo o que brilha é prata...

Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Setembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D